-

Produzido por Thaís Nicoleti de Camargo, consultora de língua portuguesa da Folha e do UOL, blog discute questões e dá dicas para quem tem dúvidas no emprego da chamada norma culta.

Perfil completo

Publicidade

“Arria” ou “arreia”?

Por Thaís Nicoleti

Essa dúvida está diretamente relacionada ao tema que estávamos examinando. Para resolvê-la, no entanto, temos de saber qual é o sentido pretendido por quem vai empregar a forma verbal. Existem as duas formas porque existem os verbos “arriar” e “arrear”. São parecidos quanto à forma, mas diferem quanto ao significado. Constituem o que chamamos de parônimos. Muita atenção, portanto.

“Arriar” é fazer descer, pousar no chão, cair e até mesmo descarregar, este último um uso comum no Brasil quando estamos falando de uma bateria de automóvel (ou de qualquer outro aparelho). “Arriar”, terminado em “-iar”, é um verbo regular, portanto diremos que a bateria arria com facilidade e que alguém arria a bandeira ou mesmo arria as calças.

“Arrear” significa “adornar”. Esse verbo é comumente usado no sentido de selar (pôr sela em) um animal, de pôr arreios. Diremos, portanto, que ele arreia o cavalo.

Blogs da Folha