Museu da Língua consegue difundir idioma cheio de sutilezas

Desde 2006, a cidade de São Paulo tem um Museu da Língua Portuguesa, uma iniciativa que pôs os holofotes da vida cultural da cidade sobre a nossa língua. Trata-se de um museu diferente dos demais, até porque seu objetivo é difundir um patrimônio imaterial, que não pode estar contido numa sala.  Há quem se pergunte […]

Leia Mais

Com emoção e ironia, Machado de Assis tratou da escravidão

Neste Dia da Consciência Negra, os leitores do blog estão convidados a relembrar dois contos de Machado de Assis (1839-1908), “Pai contra Mãe” e “O Caso da Vara”, cujo tema é a escravidão.   Pai contra Mãe (trecho inicial) A escravidão levou consigo ofícios e aparelhos, como terá sucedido a outras instituições sociais. Não cito […]

Leia Mais

Um poema de Bocage: convite à leitura

  A 15 de setembro de 1765, nascia na cidade de Setúbal, em Portugal, um dos maiores sonetistas da língua portuguesa. Estamos falando de Manuel Maria Barbosa du Bocage, muitas vezes lembrado pela autoria de poemas eróticos ou satíricos e por uma vida desregrada que lhe rendeu muitos dissabores, até mesmo a prisão.  Foi o […]

Leia Mais

Curto, logo existo

E aí? Curtiu? Não, ninguém está perguntando se você colocou o couro de molho para amaciá-lo num curtume. O uso informal do verbo “curtir” parece ter sobrepujado o outro nestes tempos de redes sociais, quando a ordem é dizer em poucas palavras o que quer que seja. Na maior parte das vezes, nem é preciso […]

Leia Mais

Musa libérrima, exata e audaz

Hoje teremos Manuel Bandeira, Castro Alves e Machado de Assis. O fio que conduzirá a leitura dos textos será não propriamente o seu tema, mas, antes, o emprego do superlativo, um dos graus do adjetivo, que vamos examinar aqui. O poema de Bandeira, “Improviso”, é dedicado a Cecília Meireles, sua amiga e companheira de ofício. Desde […]

Leia Mais

Hércules-Quasímodo, o sertanejo de Euclydes da Cunha

É muito provável que, mesmo sem ter lido “Os Sertões”, muita gente conheça a frase que celebrizou a obra máxima de Euclydes (ou Euclides) da Cunha: “O sertanejo é, antes de tudo, um forte”.  Hoje, vamos ler um trecho do terceiro capítulo da segunda parte do livro (intitulada “O Homem”), que começa exatamente com essa […]

Leia Mais

“Em matéria de língua e ortografia, é preciso qualificar o debate”, diz Faraco

O adiamento do prazo oficial de entrada em vigor do Acordo Ortográfico para 2016 e a discussão que se vem travando no Senado Federal acerca do tema, com direito a debate sobre uma proposta de ortografia fonética, podem fazer parecer que existe espaço para alguma mudança radical no sistema ortográfico do português. Para elucidar os […]

Leia Mais

Fulano, beltrano e… sicrano

A imagem ao lado ilustrava um texto sobre comportamento na internet, publicado numa das páginas do portal UOL. Não demorou muito até que alguém questionasse o uso da palavra “ciclano”. O fato é que, embora se ouça com alguma frequência essa forma, o termo que usamos para substituir o nome de uma pessoa, depois de […]

Leia Mais

Mudança na ordem dos termos evita duplo sentido

“Pê-efe ‘secreto’ do McDonald’s não vale o preço, como os lanches” A frase foi título de uma crítica de gastronomia, publicada no caderno “Comida”, da Folha. À primeira vista, nenhum problema. Parece mesmo que o crítico, literalmente, “comeu e não gostou”. O problema, percebido por algumas pessoas, está na segunda parte do enunciado, aquela iniciada […]

Leia Mais