Ministério ‘homenageia’ professor com português claudicante

Mensagem do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações aos professores é constrangedora Eduardo Anizelli/ Folhapress

Passou mais um Dia do Professor. Em meio às frases de reconhecimento da importância da categoria e às homenagens afetuosas, na celebração virtual das redes sociais, apareceu uma mensagem do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações que roubou a cena no Twitter. A peça publicitária do governo, de tão claudicante, parece ter sido produto […]

Leia Mais

Novo livro de Carlos A. Faraco e Eduardo Vieira ensina a escrever na universidade

Sala de leitura na Biblioteca Pública de Nova York Phil Roeder/ Reprodução

Um dos primeiros desafios do estudante universitário é lidar com a rotina de ler e escrever. A quantidade de leituras a fazer, o tempo de executá-las e a sua contrapartida, que é a produção textual, provocam em muitos um impacto inicial, que não raro se alia a dificuldades herdadas de sua vida escolar pregressa. Não […]

Leia Mais

Balbúrdia na ortografia

Abraham Weintraub, ministro da Educação, mais uma vez, desliza na ortografia (Pedro Ladeira 2.mai.19/Folhapress)

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, cabulou mais uma aula de português. Neste 30 de agosto, caiu nas redes sociais um ofício assinado por ele em que a palavra “paralisação” aparece duas vezes grafada com a letra “z” e, de quebra, “suspensão” vem com “ç”, o que nos leva a crer que “incitar” com “s” […]

Leia Mais

Cafonice linguística não é critério de avaliação do Enem

A estudante Bruna Rocha Parrado – 8.2.2019 – Rubens Cavallari/Folhapress

Outrossim, destarte, é mister, faz-se necessário, ademais, hodiernamente, de acordo com os fatos supracitados… Quem já tenha corrigido provas de redação de concursos públicos, de vestibulares e mesmo do Enem certamente, em algum momento,  ficou tomado de enfado diante de termos como esses, que remetem a uma formalidade típica de órgãos burocráticos. Seria interessante procurar […]

Leia Mais

O internauta, a loja física, o jornal de papel e o amigo virtual: uma conversa sobre arcaísmos e neologismos

Termo “internauta” pode tornar-se o mais jovem dos arcaísmos – Moacyr Lopes Júnior/ Folhapress

Talvez com atraso tomo conhecimento de uma discussão sobre a suposta obsolescência do termo “internauta”, que hoje, quando estamos todos conectados em tempo integral, perde a sua função. Na década de 1990, “internauta” surgiu como neologismo, formado dos elementos “inter” (redução de “internet”) e “nauta” (do grego “naútes”). Calcado em “astronauta”, o “internauta” era, então, […]

Leia Mais

Transparecer e deixar transparecer

“Moro, em conversa no aplicativo, transpareceu contrariedade: ‘Não é melhor esperar acabar?’” A frase apareceu em um texto sobre os vazamentos da Lava Jato, em que o então juiz Sérgio Moro hesitava ante a possibilidade de erguer um monumento à referida operação em Curitiba, ideia aventada pelo procurador Deltan Dallagnol. Não pretendo comentar a criatividade […]

Leia Mais

Insulto: uma estratégia de quem não tem argumentos

Jair Bolsonaro conversa com jornalistas ao sair do Palácio da Alvorada. Antonio Cruz. Agência Brasil

As últimas semanas, em que o presidente da República nos brindou com declarações mais agressivas ainda que as de costume, registraram uma espécie de reação catártica nas redes sociais, traduzida em listas de adjetivos capazes de exprimir o sentimento de repúdio à grosseria, ao deboche, ao escárnio, à avacalhação. As pessoas entraram na brincadeira. O […]

Leia Mais

‘Conge’ ou ‘cônjuge’: uma questão de registro linguístico

Ministro Sérgio Moro pronuncia “conge” em vez “cônjuge” e chama a atenção nas redes sociais (Pedro Ladeira – Folhapress)

Na segunda (13), abordei aqui a forma como o ministro Sérgio Moro pronuncia a palavra “cônjuge” (“conge”), que a mim (e a muita gente) pareceu, à primeira vista, estranha, dado o grau de escolaridade dele. Tive a impressão de que o conhecimento da palavra e de sua família linguística pudesse contribuir para a escolha da […]

Leia Mais

O ‘conge’ e o ministro  

Ministro Sérgio Moro pronuncia “conge” em vez “cônjuge” e chama a atenção nas redes sociais (Pedro Ladeira – Folhapress)

  O governo tuiteiro não dá trégua à língua portuguesa, como temos visto. Há pouco tempo, até o dito “superministro” Sérgio Moro, que dispensa apresentações, contribuiu para o cenário desastroso com uma gafe linguística, mostrando que está bem à vontade entre seus pares. No lugar de “cônjuge”, disse em uma entrevista, repetidas vezes, “conge”, suprimindo […]

Leia Mais

‘Incitar’ é com ‘c’, ministro, mas por que mesmo?

Abraham Weintraub, ministro da Educação, mais uma vez, desliza na ortografia (Pedro Ladeira 2.mai.19/Folhapress)

As gafes do atual ministro da Educação do governo Bolsonaro, um certo Abraham Weintraub, já foram tema de inúmeros comentários, e talvez os eleitores simpáticos ao governo tendam a achar exageradas as críticas. (Fosse apenas esse o pecado do titular da pasta, talvez bastasse dar-lhe um puxão de orelha e dizer que “não pega bem” […]

Leia Mais