‘Conge’ ou ‘cônjuge’: uma questão de registro linguístico

Ministro Sérgio Moro pronuncia “conge” em vez “cônjuge” e chama a atenção nas redes sociais (Pedro Ladeira – Folhapress)

Na segunda (13), abordei aqui a forma como o ministro Sérgio Moro pronuncia a palavra “cônjuge” (“conge”), que a mim (e a muita gente) pareceu, à primeira vista, estranha, dado o grau de escolaridade dele. Tive a impressão de que o conhecimento da palavra e de sua família linguística pudesse contribuir para a escolha da […]

Leia Mais

O ‘conge’ e o ministro  

Ministro Sérgio Moro pronuncia “conge” em vez “cônjuge” e chama a atenção nas redes sociais (Pedro Ladeira – Folhapress)

  O governo tuiteiro não dá trégua à língua portuguesa, como temos visto. Há pouco tempo, até o dito “superministro” Sérgio Moro, que dispensa apresentações, contribuiu para o cenário desastroso com uma gafe linguística, mostrando que está bem à vontade entre seus pares. No lugar de “cônjuge”, disse em uma entrevista, repetidas vezes, “conge”, suprimindo […]

Leia Mais

‘Incitar’ é com ‘c’, ministro, mas por que mesmo?

Abraham Weintraub, ministro da Educação, desliza na ortografia (Pedro Ladeira -02.mai.19/Folhapress)

As gafes do atual ministro da Educação do governo Bolsonaro, um certo Abraham Weintraub, já foram tema de inúmeros comentários, e talvez os eleitores simpáticos ao governo tendam a achar exageradas as críticas. (Fosse apenas esse o pecado do titular da pasta, talvez bastasse dar-lhe um puxão de orelha e dizer que “não pega bem” […]

Leia Mais

O último Enem

Taba Benedicto/ Folhapress

Muito se comentaram algumas questões da prova de linguagens do último Enem – menos por sua qualidade pedagógica que por um suposto viés ideológico, hoje alvo das diatribes da equipe que vai integrar o futuro governo do país, à frente da qual se posiciona o próprio presidente eleito, que chamou para si a tarefa de […]

Leia Mais

A mudança linguística e as normas

Dizer que a língua muda com o tempo já não parece novidade para ninguém. Basta uma breve comparação entre textos de épocas diferentes para constatar isso. É claro que, ao cotejar textos de momentos distantes no tempo, fica mais fácil perceber as diferenças. Difícil, porém, é lidar com a fluidez da língua, com a sua […]

Leia Mais

Língua portuguesa em pauta: conversa com Carlos Alberto Faraco

No âmbito do projeto “O Tamanho da Língua”, Carlos Alberto Faraco, professor titular aposentado e ex-reitor da Universidade Federal do Paraná, durante uma tarde na Livraria do Chain, em Curitiba, conversou comigo sobre o tema a que tem dedicado seus 45 anos de vida acadêmica: a língua portuguesa. Em tom de bate-papo, com seu leve […]

Leia Mais

“É lamentável pensar que a etimologia seja inútil”, diz prof. Mário E. Viaro

A ida do debate sobre o Acordo Ortográfico ao Senado, depois de implantado, reacendeu as discussões sobre  a ortografia no país. As críticas propriamente ditas, porém, têm sido poucas. O hífen de “co-herdeiro” e cognatos, eliminado pela ABL no Vocabulário brasileiro, parece coisa superada. Das célebres exceções (arco-da-velha, pé-de-meia, água-de-colônia, cor-de-rosa, mais-que-perfeito)  pouco já se […]

Leia Mais

“A saída não é simplificar a grafia, mas sofisticar a educação letrada”; leia entrevista com Sírio Possenti

Desta vez, quem conversa com o blog sobre reforma ortográfica é Sírio Possenti, professor titular do Departamento de Linguística do Instituto de Estudos da Linguagem da Unicamp. Autor de diversas obras (“Discurso, Estilo e Subjetividade”, “Por que (Não) Ensinar Gramática na Escola”, “Os Humores da Língua”, “Os Limites do Discurso”, “Questões para Analistas do Discurso”, “Questões de Linguagem”, “Humor, […]

Leia Mais

Ortografia é assunto no Senado; leia entrevista com prof. Evanildo Bechara

O Acordo Ortográfico de 1990 (AO 90) entrou em vigor no Brasil em 1º de janeiro de 2009 e, desde então, os usuários da língua escrita vêm passando por um processo de aprendizado das novas regras e de adaptação a elas. Como já foi dito inúmeras vezes, no que se refere ao português do Brasil, […]

Leia Mais