Amar e ser amado; perdoar e ser perdoado?

Celso Luft, em seu conhecido “Dicionário de Regência Verbal”, a propósito de discutir a sintaxe do verbo “perdoar”, alfineta gramáticos puristas e mesmo dicionaristas que, ao reprovarem uma construção, logo vêm com a  célebre introdução “É muito corrente, embora irregular…”. Retruca Luft: “O que é usual, corrente, é regular”. Regular ou irregular? Vai depender do […]

Leia Mais

Quando o agente da ação não se dá a conhecer

Aluga-se casas ou alugam-se casas? Essa questão de concordância verbal já foi mote de muitas aulas de português e também de muita controvérsia. Segundo a tradição da língua portuguesa, “alugam-se casas”, mas, segundo os linguistas (cientistas da língua), o que vale é o que as pessoas usam com mais frequência – e tudo indica que, […]

Leia Mais

Puristas de ontem e de hoje

Antigamente existiam os puristas propriamente ditos, aqueles indivíduos que tomavam para si a missão de defender o idioma, o que se traduzia no incansável combate à influência estrangeira e na busca de um estilo elegante e correto. Eram geralmente pessoas detentoras de erudição, como o conhecimento de grego e latim. Para essa turma, o princípio […]

Leia Mais

Polaridade na língua: à guisa de retrospectiva

À guisa de retrospectiva, 2016 foi um ano da polaridade também nos assuntos de língua. Não por acaso, já que a língua manifesta nossos anseios, preocupações, sentimentos e, sobretudo, nossa visão de mundo. A divisão está na sociedade e, como não poderia deixar de ser, na língua. Na semântica, o principal corte apareceu na escolha […]

Leia Mais

Diminutivos podem expressar carinho ou ofensa

Recentemente, um par de diminutivos provocou polêmica e pedido de desculpas nas altas esferas do poder. O presidente do Senado chamou de chefete de polícia o ministro da Justiça do governo Temer e de juizeco de primeira instância o magistrado que autorizou a prisão de quatro policiais do Legislativo.  Não há dúvida de que qualquer […]

Leia Mais

Palavras carregam recortes do mundo

Um termo pode revelar mais de quem o usa do que daquilo que deveria nomear. É por essas e por outras que nunca se pode tratar a língua como uma ciência exata.  Aquele que, para alguns, é teimoso ou obsessivo, para outros, pode ser apenas determinado; o que é enfadonho para uns é meticuloso para […]

Leia Mais

A língua portuguesa no romance digital

Hoje, na Folha, foi publicada uma reportagem acerca do livro “Romance Moderno”, de Aziz Ansari, em que o autor investiga os dilemas dos relacionamentos modernos, mediados pelas mensagens de texto. Embora o autor tenha feito pesquisas em conjunto com um sociólogo, suas conclusões sobre os truques que compõem o jogo do relacionamento não vão muito […]

Leia Mais

Prova da Fuvest valoriza leitura e raciocínio

Espécie de baliza do ensino médio e de boa quantidade de cursos livres que prometem preparar os estudantes para o ingresso nas principais universidades do país, o vestibular da Fuvest é aguardado não só pelos candidatos como também pelos professores. Neste ano, a prova de português foi considerada difícil, sobretudo em razão da escolha do […]

Leia Mais

Fuvest 2016: prova de português priorizou interpretação de textos

Com 18 questões de português, a maioria das quais voltada para a interpretação de textos, o exame da primeira fase da Fuvest continua valorizando a capacidade do candidato de aplicar seu conhecimento linguístico para ler adequadamente. O que pode parecer fácil à primeira vista – afinal, as pessoas sempre acham que entenderam o que leram […]

Leia Mais

Coesão: alicerce do texto

Um bom texto deve ter coesão. Em física, esse termo é usado para nomear a força de atração entre os átomos e as moléculas de um corpo, a força que torna o corpo resistente à quebra; no universo empresarial, a palavra costuma ser empregada com o sentido de união (uma equipe coesa é aquela cujos […]

Leia Mais